Eu Corredor de Rua https://www.eucorredorderua.com.br Site de corrida de rua para apaixonados pelo esporte mais democrático do mundo! Fri, 10 Jan 2020 18:12:24 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.3.2 https://www.eucorredorderua.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/10/logo_eucorredorderua.png Eu Corredor de Rua https://www.eucorredorderua.com.br 32 32 Deep Running: Corra Dentro da Água e Melhore seu Desempenho [sem lesões] https://www.eucorredorderua.com.br/deep-running/ Fri, 10 Jan 2020 18:03:57 +0000 https://www.eucorredorderua.com.br/?p=5817 Você sabe o que é Deep Running? O Deep Running nada mais é do que a prática da corrida dentro da água. Neste artigo sobre deep running vou falar desde o surgimento, passando pelos benefícios até chegar as dicas de como você deve praticar este exercício dentro da água. Sabe aqueles momento que você diz: Pena que não conheci isso antes?…

Continue lendo

O post Deep Running: Corra Dentro da Água e Melhore seu Desempenho [sem lesões] apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

Você sabe o que é Deep Running?

O Deep Running nada mais é do que a prática da corrida dentro da água.

Neste artigo sobre deep running vou falar desde o surgimento, passando pelos benefícios até chegar as dicas de como você deve praticar este exercício dentro da água.

Sabe aqueles momento que você diz: Pena que não conheci isso antes?

Com o Deep running vai ser a mesma coisa!

Este treinamento pode gerar profundas melhorias no desempenho nas corridas.

deep running correr na água

Onde e como surgiu o Deep Running?

A técnica de treinamento Deep running surgiu 1984 com a maratonista Joan Benoit que depois de se lesionar  e operar o joelho passou a correr dentro da água para manter o condicionamento para as Olimpíadas de Los Angeles.

E os resultados foram incríveis, a Joan Benoit  queria usar o deep running apenas não perder todo seu condicionamento, só que para sua surpresa quando ela foi competir após treinar corrida na água ela  venceu a maratona e ficou com a medalha de ouro.

O mais legal é que nas Olimpiadas de Los Angeles foi a primeira vez que a maratona foi disputada pelas mulheres nos jogos.

Impressionante né?

Se você for um viciado por corrida como eu você já deve estar todo empolgado para cair e correr na piscina, certo?

Mas calma lá, deixa ante eu te empolgar um pouco mais.

Agora vou listar alguns dos benefícios que o deep running pode trazer para você.

Quais os benefícios do deep runing para o corredor?

Destaco agora os principais benefícios de se correr dentro da água para corredores.

  • Menos impactos e menos lesões

Bom, como você já deve saber, a corrida é um dos esportes com uma alta dose de impacto sobre as articulações.

E esta foi a causa da lesão da atleta Joan mencionada acima e correr dentro da água este impacto praticamente desaparece.

Muitas das lesões que afetam os corredores são as causadas pelo impacto do peso do corpo, que durante a corrida é multiplicado por 10 x a cada passada.

Com a execução da corrida em águas profundo este impacto desaparece, além de deixar a musculatura mais forte devido a resistência da água durante o exercicio.

  • Recuperação ativa de lesões por impacto mantendo o condicionamento

Assim como correr dentro da água causa impactos muito menores a atividade do deep running  também proporciona ao atleta manter boa parte de seu treinamento e diminuir as perdas de condicionamento.

Muito atletas que iniciam a praticar o deep running como parte de sua recuperação continuam com a prática mesmo após total recuperação devido aos excelentes resultados obtidos.

Quer mais?

  • O Deep running melhora o desempenho na corrida

Agora chega de lesões.

Além de eliminar os malefícios dos impactos correr em águas profundas vai te ajudar a correr melhor no chão firme.

Com a execução correta do deep running além de melhorar o desempenho físico muscular, devido a resistência água, você também irá melhorar sua condição cardiorrespiratória e por fim vai aperfeiçoar sua técnica de corrida.

E como você já deve saber, ao correr corretamente gasta menos energia e isto se traduz em ficar correr mais rápido e mais longe.

Como fazer o deep running da forma certa?

Para fazer o deep running da forma correta você deve seguir alguns passos.

O tradução literal  de deep running é corrida profunda o que significa que você deve estar com a maior parte do corpo submerso (pelo menos até o peito).

O ideal é fazer o treinamento deep running em uma profundidade que não lhe de pé. Ou o mais fundo possível.

Para isto você vai precisar de um colete flutuador como este abaixo.

colete flutuador para deep running na água

Este tipo de colete é próprio para exercícios na água e você deve colocá-lo em volta da barriga, é importante que você fique com os braços bem livres para poder movimentar como você faz durante a corrida em solo firme.

Cuide também para que a posição do seu corpo fique levemente inclinada para frente, porém com o tronco reto.

E, principalmente não “sente na água”!

Durante o exercício deep running você deve se movimentar como se estivesse correndo ou marchando no lugar, seu deslocamento para frente vai ser bem lento mesmo. Veja no vídeo.

Outra forma de aprimorar sua técnica postural é realizar exercícios educativos dentro da água.

Para fazer um deep running ainda mais evoluído você pode correr dentro da água com nadadeiras como a da imagem abaixo.

nadadeira para deep running na psicina

Agora é com você:

Acrescente o deep running a sua planilha e melhore seus tempos

Imagine que você está treinando para bater seu recorde pessoal(RP) nos 10km, você faz treinos de tiros, longões e vai na academia fazer um reforço muscular.

Daí chega o dia da prova e você fica a segundos de sua melhor marca, frustrante né?

Nesta situação o que todo corredor costuma fazer é voltar aos treinos com mais afinco e tentar novamente seu RP, aí eu pergunto.

Não é algo meio estúpido fazer praticamente a mesma coisa e esperar resultados diferentes?

Por que não tentar algo novo?

Tente o deep running!

Abraço e boas corridas profundas!

 

O post Deep Running: Corra Dentro da Água e Melhore seu Desempenho [sem lesões] apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
O que Levar no Dia da sua Primeira Corrida de Rua? [seu dia perfeito] https://www.eucorredorderua.com.br/levar-primeira-corrida/ https://www.eucorredorderua.com.br/levar-primeira-corrida/#respond Sat, 21 Dec 2019 10:04:43 +0000 https://www.eucorredorderua.com.br/?p=5569 Você treinou, se preparou e chegou o grande dia. O dia que você vai correr sua primeira prova. Mas e aí, o que você deve levar neste dia tão especial para todo novo corredor? É para te ajudar com isto que estou aqui. Depois de incontáveis provas de várias distâncias, do 5km aos 42km da maratona já posso lhe ajudar a…

Continue lendo

O post O que Levar no Dia da sua Primeira Corrida de Rua? [seu dia perfeito] apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

Você treinou, se preparou e chegou o grande dia.

O dia que você vai correr sua primeira prova.

  • Mas e aí, o que você deve levar neste dia tão especial para todo novo corredor?

É para te ajudar com isto que estou aqui.

itens que devem ser levados na corrida

Depois de incontáveis provas de várias distâncias, do 5km aos 42km da maratona já posso lhe ajudar a se organizar.

Antes e tudo você precisa se inscrever para a competição, ok?

Vamos em frente…

1 ou 2 dias antes da primeira largada

Evite comer, beber ou provar coisas novas.

Seu estomago, intestino e o seu corpo em geral podem estranhar e cobrar o preço no dia da prova.

Principalmente se a corrida for em outra cidade, evite alimentos que não fazem parte da sua rotina.

Prefira também tomar apenas água mineral antes e no dia da corrida.

O que é mais importante levar do dia da corrida?

Bom antes de tudo você precisa da sua identificação de corredor, ou seja, seu número de peito e chip (quando for o caso).

Por questões de organização a maioria das provas você deve retirar seu kit de corredor (a) um ou dois dias antes da prova.

Caso você vá retirar o kit no dia leve seu comprovante de inscrição.

O kit varia de corrida para corrida, mas todos vão ter no mínimo seu número de peito.

Este número identifica você como um corredor inscrito e serve como controle para determinar sua posição final.

Junto ao número de peito é cada vez mais comum o chip de identificação.

Assim como o número de peito, o chip serve para determinar sua posição (de uma forma muito mais rápida e confiável) no fim da corrida.

  • Então no dia da prova você DEVE levar seu número de peito e chip.

A dica é já prender o número de peito na sua camiseta um dia antes.

Exemplo de uso do cinto porta número de peito para corrida de rua

Cinto Porta Número para corrida. Mais informações aqui

Quanto ao chip depende do modelo, alguns são de prender no tênis (a maioria), outros vão no braço como uma pulseira e outros modelos já são presos no número de peito mesmo (meus favoritos).

Agora vamos ao segundo item mais importante depois da identificação, que é….

Sim, o seu companheiro de treinos…

O querido, velho e bom tênis de corrida. 🙂

A menos, que você corra descalço, sem este equipamento sua corrida já era.

Então certifique-se várias vezes que está levando ele, a dica é já ir para a largada  calçando ele, ok?

Outra atitude inteligente, é correr com o mesmo tênis que você fez seu treinamento de corrida:

  • nada de estrear um novo calçado no dia da prova, as chances de ter bolhas e outros incômodos são bem grandes;

Continuando a lista de itens para sua primeira corrida, vamos agora as roupas….

Com que roupa vou correr minha 1ª prova?

Seguindo o último concelho do tênis, não use roupas novas, nada.

Nem camiseta, nem shorts, bonés e principalmente meias.

Outra boa atitude é evitar usar a camiseta do evento, pois ela é nova, e você não sabe como o tecido vai se comportar na prova.

Se você quiser demostrar seu apoio a competição use a camiseta do evento antes e depois da corrida.

Resumindo seu fardamento básico para sua primeira corrida:

Separe um dia antes sua camiseta, seu short, seu boné ou viseira, e suas meias.

Observação:

  • aqui vale a mesma dica do tênis, sempre que possível já vá para a largada fardado (a), assim reduz o risco de esquecer algo.

Vamos agora a outros itens,  apesar de não serem indispensáveis, podem fazer muita falta.

Leve seu relógio de corrida

Sim, você provavelmente vai querer registrar para posteridade, seu tempo na primeira corrida.

Então leve seu relógio, ou smartphone (lembre-se da braçadeira) e marque seu tempo.

A dica é já no dia anterior deixar o relógio dentro do tênis, assim quando você for calçar ele já coloca o relógio de corrida no pulso.

Depois é só compartilhar nas redes sociais a prova do seu desempenho. 🙂

Outros itens uteis para sua primeira corrida

Se a competição for de dia,  leve o protetor  solar.

Também leve uma garrafinha de água para antes da largada.

Papel higiênico, nunca da para contar com serviços de banheiro químico. 🙂

Se a previsão for de chuva e uma capa descartável é uma boa pedida para não se resfriar até a largada.

Itens para depois da chegada

Missão comprida!

Você largou, correu e teve várias novas experiências e chegou ao final da sua primeira corrida de rua.

  • Parabéns, tenho certeza que está será a primeira de muitas. 🙂

Certamente você irá ficar com as roupas encharcadas, seja pelo suor ou pela chuva.

Neste caso ter uma toalha para se secar pode ser uma boa, ok?

Leve também seu isotônico para se reidratar e repor os sais minerais.

Costumo levar ainda meu lanchinho (frutas, batata doce e castanhas e outros alimentos da minha rotina).

Ah! Certifique-se de levar seu celular, momentos para registrar sua primeira conquista na corrida não vão faltar.

Compartilhe nos comentários como foi sua experiência na sua primeira competição no mundo das corridas.

Por hoje era isto!

Abraço e boas corridas!

O post O que Levar no Dia da sua Primeira Corrida de Rua? [seu dia perfeito] apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/levar-primeira-corrida/feed/ 0
Como Começar a Correr Como Um Profissional [Corra do Jeito Certo] https://www.eucorredorderua.com.br/comecar-correr/ https://www.eucorredorderua.com.br/comecar-correr/#comments Sat, 30 Nov 2019 16:08:40 +0000 http://www.eucorredorderua.com.br/?p=1206 Hoje quero fazer um alerta…. Quero chamar a sua atenção para a forma como você corre. Vou mostrar como começar a correr de qualquer jeito pode ser prejudicial para seu desempenho de na corrida. Vou destacar,  inclusive, que seu futuro  pode estar em risco neste aparentemente simples esporte que é a corrida. Vamos em frente? Um belo dia atrás estava passeando…

Continue lendo

O post Como Começar a Correr Como Um Profissional [Corra do Jeito Certo] apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

Hoje quero fazer um alerta….

Quero chamar a sua atenção para a forma como você corre.

Vou mostrar como começar a correr de qualquer jeito pode ser prejudicial para seu desempenho de na corrida.

Vou destacar,  inclusive, que seu futuro  pode estar em risco neste aparentemente simples esporte que é a corrida.

Vamos em frente?

dicas para começar a correr do jeito certo

Um belo dia atrás estava passeando com a minha esposa quando passou por nós um “corredor” que chamou minha atenção.

Este cidadão corria de uma forma tão estranha que parecia que ele já ia tropeçar nas próprias pernas e se estrebuchar no chão.

Neste momento me surgiram as seguintes perguntas:

  • Por quanto tempo esta homem vai continuar correndo assim até que ele se lesione?
  • Quantas outras pessoas estão começando a correr ou já correm a algum tempo de uma forma totalmente errada?

A resposta a estas perguntas provavelmente é que:

  • se o corredor continuar a correr daquela forma tão estranha, não vai demorar muito para as lesões aparecerem.

E outro fato a se concluir e destacar é que:

  • Outras milhares de pessoas que correm e começam a correr de uma forma totalmente errada e equivocada também irão se lesionar em função das suas “não técnicas de corrida“.

Perigos de Começar a Correr por Correr de Qualquer Jeito

Hoje é perceptível o crescimento da popularidade das corridas de rua, cada dia mais e mais pessoas estão começando a correr, isto é bom por todos os benefícios que uma atividade física traz a saúde.

Mas aí pode estar um perigo muito grande.

Ao contrário do que muita gente pensa e faz correr não é apenas calçar um tênis e sair correndo pelas ruas e estradas afora.

. . . pessoas que corriam não apenas por saúde ou para se mostrar, e sim para superar os seus concorrentes, seus limites e subir no pódio.

Quando eu comecei a correr o esporte ainda não tinha este ar de “modinha”* dos dias de hoje.

*Obs: acho muito bom estarem surgindo novos corredores. Porém minha preocupação é de que forma eles estão “nascendo” no esporte?

Há 10 anos quem participava de provas eram, na sua maioria, corredores competitivos.

Eram pessoas que corriam não apenas por saúde ou para se mostrar, e sim para superar os seus concorrentes, seus limites e subir no pódio.

Talvez por isto, estivessem sempre em busca de evoluir a sua corrida, buscando com os corredores mais experientes e que ganhavam premiações nas provas as melhores dicas e técnicas para correr melhor.

Mas, você deve ter se perguntado:

O que tudo isto tem a ver com a técnica de corrida?

Digo que tem tudo, quando você corre por correr você não se preocupa em como correr corretamente e sim em botar uma perna na frente da outra e ir embora.

técnica para correr certo e evitar lesõesTalvez agora você pode ter ficado mais confuso ainda, como assim, correr não é apenas correr?

Se você quiser ter um bom desempenho e principalmente evitar as lesões a resposta é não.

Para correr com a técnica correta você tem que prestar atenção em diversos detalhes, como postura do corpo, movimento dos braços, respiração e a forma que você pisa em cada passada.

Este último detalhe é o mais critico, ele é o que irá te causar as mais dolorosas lesões, se você for do grupo dos corredores que correm de qualquer jeito.

E foi justamente para tentar mostrar Como Começar a Correr utilizando a técnica correta para evitar lesões e correr de uma forma mais fácil, eficiente e profissional possível que decidi escrever este artigo para você corredor.

Por que Você Começa Correndo Errado?

Correr errado não é só culpa da sua falta de informação, mas são também das informações erradas que você recebe de quem aparentemente entende do assunto, me refiro a mídia entorno da divulgação do mercado de tênis.

Para vender os seus produtos eles acabaram induzindo as pessoas a correrem de uma forma totalmente errada.

E para provar isto, me responda o que você mais levou em conta quando escolheu o seu primeiro, ou os primeiros tênis de corrida?

  1. Aposto que foi a capacidade de amortecimento do calçado;
  2. E que a primeira parte do tênis que você olhou foi o amortecimento do calcanhar.

Provavelmente você concordou com as minhas respostas.

Pois é, eu também já pensei e escolhi tênis assim. 🙁

Falta de informação custa caro e pode causar lesões

Inclusive o calçado esportivo mais caro que eu comprei na vida foi em virtude de ele ser considerado um dos melhores nestas características.

  • E agora eu afirmo: foi a pior compra de tênis que eu fiz na vida.

Era um tênis muito instável, em cada treino saia com os tornozelos ralados (batia um pé no outro) e com os joelhos doendo.

Obs: Não vou relatar aqui o modelo para não ter problemas com a marca.

No final das contas, após poucas semanas de uso, tive que aposentar ele e voltar para o meu tênis velho e não tão cheio de amortecedores assassinos.

Ao comprar um tênis de corrida sempre olhe para o calcanhar

É justamente no sistema de amortecimento do calcanhar que está à causa da maioria das lesões dos corredores.

para começar a Correr certo não se deve aterrizar com o calcanhar

Não que o amortecimento não seja efetivo e não amorteça nada o problema está no formato dos tênis que “obrigam” você a correr aterrissando com o calcanhar e modificam a forma natural de correr.

Sim corredor, este é o problema, aterrissar com o calcanhar.

. . . quando você aterrissa com o calcanhar você não utiliza a força de propulsão e o amortecimento natural que todos nós temos.

Uma das principais causas de lesões são os tênis cheios de almofadas e amortecedores que a indústria de calçados esportivos produz.

Apesar de isto estar começando a mudar um pouco hoje, as marcas vendem seus tênis como sendo os “melhores” para prática da corrida de rua.

Observe um destes tênis mais tradicionais e veja a diferença absurda de altura entre a parte da frente e de trás do calçado.

  • Como pode você correr da forma correta assim?

Aterrissar (pisar) com o calcanhar é a pior coisa que você pode fazer na sua corrida.

Pisar com o calcanhar é como parar de correr por alguns segundos, quando você aterrissa com o calcanhar você não utiliza a força de propulsão e o amortecimento natural que todos nós temos.

E isto acaba também exigindo mais energia e prejudicando seu desempenho.

Para correr do jeito certo “Imite” os corredores profissionais

Como prova, peço que você preste atenção na forma de correr dos atletas de elite, eles pisam com a parte da frente do meio do pé e não usam os tênis tradicionais de corrida que tem por aí, e sim calçados com um solado bem baixo.

Veja neste vídeo do corredor Queniano Moses Mosop como ele tem uma corrida limpa e parece flutuar ao correr.

Outra prova que você tem, de que aterrizar com o calcanhar é errado, é observar uma criança que já caminha firme e está se aventurando a dar suas primeiras “corridinhas”, observe como ela não pisa primeiro com o calcanhar;

Agora vamos ver a maneira certa de correr. . .

A Técnica Como Correr Certo e não Parar no Tempo

Quando você corre deve pisar primeiro com a parte do frontal do meio do pé (médio pé).

Assim você fazer com que a força da gravidade te ajude a continuar correndo, evitando que ocorra uma parada de centésimos de segundos.

Esta parada é terrível tanto para os seus músculos quanto para o seu desempenho, pois fará com que você tenha que fazer mais força do que o necessário para dar o próximo passo.

melhorar tecnicas de corrida com postura certa

Isto tudo que eu estou te falando sobre os tênis de corrida, que prejudicam a técnica e nos fazem correr errado não foi uma invenção minha e nem vem de agora.

Já em 1970, quando o corredor britânico Gordon Pirie, medalhista Olímpico e depois técnico de outros medalhistas, já alertava no seu livro Running Fast And Iinjury Free (Correndo rápido e livre de lesões) dos problemas que correr de forma errada e principalmente com estes “tênis inimigos do corredor” podem ocasionar.

2 Passos para Correr Corretamente sem se Machucar

Você deve ter se perguntado, como eu começo a correr certo então? Para isto, recomendo que você comece fazendo duas coisas:

1º Passo: escolher um tênis adequando

Nos últimos anos as pesquisas em cima das técnicas de corrida tem se tornado tão frequentes e indiscutíveis que os produtores (nem todos) estão aos poucos se ajustando ao que elas dizem e estão produzindo alguns calçados esportivos mais adequados. Tanto que a alteração mais visível é a produção de tênis com um drop mais baixo; *

Obs:* Tive que riscar o texto acima porque inexplicavelmente os tênis com estas características estão sumindo do mercado brasileiro. Para resolver este problema uma alternativa é escolher um tênis de competição.

Veja logo abaixo algumas sugestões de tênis.

O que é o drop de um tênis de corrida?

Drop é a diferença de altura entre o calcanhar e a parte da frente da sola dos tênis.

Os mais tradicionais possuem em média de 12mm de altura no calcanhar,  os calçados esportivos semi-minimalista possuem entre 4 e 8 mm de drop.

Já os calçados minimalistas, entre outras características, possuem 0 (zero) mm (milímetros) de drop, ou seja, não existe diferença de altura entre o calcanhar e parte frontal da sola do tênis.

Um tênis 100% minimalista é impossível de achar no Brasil hoje. Neste caso o jeito é optar por um meio termo.

Neste caso deixo aqui algumas sugestões de modelos de tênis que possibilitam a você correr corretamente.

Tênis Saucony Kinvara para Correr

tênis saucony para correr certo e sem lesões

  • Drop de 4 mm;
  • Tênis bom para competição e treinos de velocidade;
  • Forma/Solado média flexibilidade;
  • Largura da frente na média dos tênis tradicionais;
  • Leve (220g em média), resistente e durável;
  • Bom para quem já corre com tênis de menos de 10 mm;
  • Não 100% minimalista;

Este tênis da Saucony pode ser encontrado nas seguintes lojas:

 

Tênis Nike Free RN Motion Flyknit

  • Drop de 4 mm;
  • Solado flexível que expande ao pisar;
  • Frente larga, com espaço para o movimento natural dos dedos;
  • Resistente, durável e mais macio que outros modelos da linha Free;
  • Extremo conforto ao calçar, tecnologia Flyknit parece uma meia.
  • Bom para quem já correu com tênis mais baixos como os de competição;
  • Tênis leve, 218g no tamanho 42;
  • Tênis + minimalista disponível no Brasil.

Pode ser encontrado nas seguintes lojas online:

Tênis Skechers GO Run Ride

Melhor Tênis para corrida Skechers

  • Drop de 4 mm;
  • Solado flexível;
  • Induz a pisada com o meio do pé, com rolagem para frente;
  • Resistência e durabilidade média;
  • Bom para quem só correu com tênis tradicionais;
  • Não minimalista.

Veja nas lojas abaixo + detalhes deste tênis:

2º Passo: executar as técnicas para correr certo

O segundo passo é você tentar começar a correr certo, correr como um “profissional”.

E para iniciar você pode seguir um pequeno processo indicado por Gordon Pirie.

Como Começar a Correr como um Profissional

No livro Running Fast And Iinjury Free G. Pirie tem como a sua primeira técnica ficar na ponta dos pés e inclinar o corpo para frente, isto fará com que você naturalmente de uma passo a frente, para se reequilibrar, com a parte frontal do pé.

Primeiro faça um teste com apenas o 1º passo e depois faça outra vez e comece a correr com passos curtos assim que der o primeiro passo a frente.

Uma outra dica para pegar a técnica de corrida mais rápido é correr descalço:

  • experimente correr normalmente como você faz por uns 2 ou 3 minutos, se você aterrizar com o calcanhar logo vai perceber que não é uma boa ideia e a tendência é o seu corpo se ajustar e você correr pisando com a parte frontal ou do meio do pé.

G. Pirie defende que correr descalço é a melhor forma de sentir o seu pé trabalhando e ativando os nervos necessários para a execução da técnica de corrida adequada.

Não separe o seu pé do seu corpo

Além de pisar com a parte de meio para frente do pé você também deve aterrissar com o pé próximo ao seu quadril e com os joelhos levemente flexionados.

Quando você aterriza com a perna esticada e muito a frente do seu corpo o impacto nos seus joelhos é bem maior.

Aterrizando com o pé próximo a sua zona de gravidade você vai estar economizando energia e concequentemente melhorar sua performance.

Veja no vídeo um detalhamento da técnica correta de correr

Uma forma de saber se você está aterrizando com o pé próximo ao seu corpo é medir a cadência de passadas por minuto.

O indicado é que o número de passadas seja igual ou maior que 180 passos por minuto.

Mas calma, não precisa e nem é recomendado que você fique um minuto inteiro contando cada passo. Neste caso devemos dividir para conquistar.

Conte quantos passos você faz com um dos pés por 15 ou 30 segundos, o ideal é que seja 23 e 45 passos respectivamente.

Seus braços também correm e afetam seu desempenho

Não sei se você percebeu nos vídeos acima como os atletas utilizam os seus braços para ajudá-los a correr melhor.

Na corrida a sincronia dos braços com a suas pernas  também é importante.

Posicionando e movimentando eles corretamente fará com que você corra mais fácil e economize energia em cada passada.

O ideal é que você não cruze eles através do peito e mantenha as mãos voltadas para o corpo, com os cotovelos num angulo de 30 graus.

Sincronizar os braços com o movimento das pernas fará com que você economize energia e corra de uma forma mais fácil.

Uma forma de posicionar os braços corretamente é correr fazendo sinal de positivo com o polegar (like do Face, sabe?).

Assim naturalmente seus braços vão ficar em uma posição mais próxima do ideal.

Prestando atenção ao detalhes de postura

G. Pirie orienta também que ao tentar correr com a técnica correta você deve prestar atenção a um detalhe de cada vez.

Primeiro a pisada e a aterrizagem com relação ao quadril, depois os braços, e por último continuar consciente de todos os detalhes enquanto corre.

Até que tudo isto passe para o sub-consciente e seja algo tão natural como dirigir ou escovar os dentes.

Ou seja, uma atividade que você faz sem naturalmente sem pensar.

Entretanto, mesmo depois de dominar a técnica da corrida perfeita, é necessário sempre prestar atenção a sua corrida para ajustar alguns detalhes que passam despercebidos.

Concluindo e agradecendo quem compartilha informações que ajudam outros corredores

A técnica de corrida descrita resumidamente neste artigo é algo que eu sinto por não ter conhecido antes.

Talvez se a tivesse não teria tido várias lesões, inclusive uma de menisco nos dois joelhos que me fizeram parar de correr por mais de oito meses.

Agradeço a todos os pesquisadores, atletas e treinadores* que disponibilizaram estas informações nos livros e na internet, hoje corro bem mais consciente e seguro do que fazer.

Espero que você tenha tomado consciência de que para correr bem e  evitar lesões não se deve correr de qualquer jeito.

É preciso sim fazer o máximo de esforço para correr da maneira certa, prestando atenção em vários detalhes.

Se através deste artigo eu conseguir ajudar apenas um corredor a começar a correr corretamente e a não se machucar devido a forma que ele corre, já ficarei satisfeito e com a sensação de dever cumprido.

Obrigado pela atenção e boas corridas!

Você não conseguirá fazer uma grande execução, a não ser que a faça primeiro no treino. Chuck Noll +frases

E ai corredor, gostou do artigo?

Tem alguma  sugestão, critica ou elogio para fazer? Então, deixe o seu comentário.

 *obs: O autor não se responsabiliza, por qualquer resultado, prejuízo ou lesão em decorrência da prática deste exercício. No texto ele apenas compartilha sua experiência de corredor amador.

O post Como Começar a Correr Como Um Profissional [Corra do Jeito Certo] apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/comecar-correr/feed/ 145
Porta Medalhas Personalizado de Corrida: Organize suas Medalhas e Celebre suas Vitórias https://www.eucorredorderua.com.br/porta-medalhas-corrida/ Mon, 01 Jul 2019 21:26:05 +0000 https://www.eucorredorderua.com.br/?p=5656 Você valoriza suas vitórias? Você guarda as lembranças de sua conquistas? Então certamente você gosta de expor suas medalhas, certo? Hoje o artigo é para você que participa de corridas, rústicas e maratonas e gosta de mostrar para todo mundo os símbolos de suas vitórias e o orgulho de todas glórias conquistadas  como muito suor. A multiplicação das medalhas Quanto mais…

Continue lendo

O post Porta Medalhas Personalizado de Corrida: Organize suas Medalhas e Celebre suas Vitórias apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

Você valoriza suas vitórias?

Você guarda as lembranças de sua conquistas?

Então certamente você gosta de expor suas medalhas, certo?

Hoje o artigo é para você que participa de corridas, rústicas e maratonas e gosta de mostrar para todo mundo os símbolos de suas vitórias e o orgulho de todas glórias conquistadas  como muito suor.

porta medalhas com nome para pendurarA multiplicação das medalhas

Quanto mais você participa de competições de corrida, mais as conquistas vão precisar de um porta medalhas.

Muitas pessoas, muitas vezes, não sabem que existe e nem onde comprar um porta medalhas ideal para expor as conquistas das competições de corrida!

Por que não, então, esse porta medalhas ser personalizado com o seu nome, da maneira que você merece para celebrar todas as suas conquistas e participações em eventos esportivos!?

Tire suas medalhas da gaveta

Você treina, se esforça para bater seu recorde pessoal na prova e conquista sua medalha.

Fica todo orgulhoso, tira fotos e depois joga sua suada conquista em uma gaveta escura?

Nada disto, seja esperto e tenha um suporte para suas medalhas na hora de organizar suas conquistas.

O Método Corrida Perfeita Funciona? Vale a Pena? (Vai me Ajudar a Correr Melhor?)

Como deve ser seu porta medalhas

Veja algumas dicas que falam de modelos de porta medalhas e qual material é o mais adequado para você manter as memórias das suas vitórias sempre vivas.

Esqueça essa história de deixar as medalhas em sacolas plásticas, dentro de gavetas, na cabeceira da cama, na maçaneta da porta etc!

A melhor opção é fazer o investimento em um porta medalhas leve e prático.

Além de embelezar o seu ambiente, um suporte personalizado para corrida deixa as suas vitórias expostas de forma mais organizada e bem mais apresentável.

Os produtos personalizados da Aimará Decor, por exemplo, permitem organizar perfeitamente todas as medalhas, sendo que alguns modelos cabem de 12 até 144 delas! 


porta medalhas de corrida personalizado com seu nomeOu seja, espaço e organização garantidos para a sua coleção de medalhas!

Nosso modelos são feitos em madeira mdf de alta resistência, corte à laser de excelente qualidade e fácil instalação – apenas uma fita dupla-face, esqueça os furos na parede!

Dessa forma, o corredor pode adquirir um produto voltado para a sua categoria, feminino ou masculino, com o seu próprio nome e ainda optar por vários tamanhos e cores diferentes do porta medalhas.

Como cuidar ainda mais de suas medalhas

Agora que você já sabe como e onde guardar as suas medalhas, é importante destacar que elas precisam também de uma limpeza periódica com óleo desenferrujante, além de retoques de verniz, aquele mesmo de madeira, para que não perca o brilho do metal!

Portanto, para manter sempre vivas as suas conquistas, independentemente do esporte, não se esqueça de que um porta-medalhas é a melhor maneira de guardar os bons momentos vividos pelo atleta.

 

O post Porta Medalhas Personalizado de Corrida: Organize suas Medalhas e Celebre suas Vitórias apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
Treino de Musculação Para Corredores de Rua (Tenha Musculos Fortes e Resistentes) https://www.eucorredorderua.com.br/treino-de-musculacao-para-corredores-de-rua/ https://www.eucorredorderua.com.br/treino-de-musculacao-para-corredores-de-rua/#comments Wed, 24 Apr 2019 12:37:18 +0000 http://www.eucorredorderua.com.br/?p=4038 A musculação e o corredor de rua tem muitas vezes uma relação de amor e ódio. A maioria dos corredores não gosta de ficar num lugar fechado, “parado” e fazendo força, mas o faz mesmo assim. Corredor só vai para a academia porque ama a corrida e sabe que uma musculatura fortalecida pode ser a diferença entre chegar alguns segundos mais…

Continue lendo

O post Treino de Musculação Para Corredores de Rua (Tenha Musculos Fortes e Resistentes) apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

A musculação e o corredor de rua tem muitas vezes uma relação de amor e ódio.

A maioria dos corredores não gosta de ficar num lugar fechado, “parado” e fazendo força, mas o faz mesmo assim.

musculação para corredores

Corredor só vai para a academia porque ama a corrida e sabe que uma musculatura fortalecida pode ser a diferença entre chegar alguns segundos mais a frente e ganhar uma premiação

Ele sabe também que músculos resistentes ajudam a evitar uma indesejada lesão.

E eu sou uma prova disto:

Minha história na musculação, como corredor de rua, pode ser definida como antes e depois de uma lesão que tive no menisco dos dois joelhos.

Antes da lesão eu nem cogitava a ideia de ir para a academia, lembro que só uma vez durante alguns dias, num ano com um inverno muito forte, frequentei uma academia.

Meu objetivo em ir à academia não era por causa da musculação e sim somente para correr na esteira.

Depois de fazer o meu verdadeiro treino (correr), daí eu até erguia uns pesinhos para passar o tempo e fazer um charme kkkk.

Porém, a minha relação com a academia durou pouco, na primeira semana fui duas vezes, na outra uma, e depois que esquentou um pouco nunca mais apareci por lá.

Mas um dia eu iria pagar caro por está negligência…

A Importância dos Exercícios de Musculação para Corredores

Musculação para corredores de rua é algo necessárioEntretanto, hoje considero que ter abandonado a musculação foi um erro.

Quando eu estava treinando para a maratona de Porto Alegre em 2010 comecei a sentir uma dor no joelho direito, como a dor não era muito intensa e depois que eu aquecia ela sumia, fui levando assim mesmo (não faça isto).

Lembro que quando completei a maratona, meu joelho literalmente latejava.

Depois da prova dei um tempo para me recuperar e voltei aos treinos.

E junto voltaram as dores, então na esperança de fortalecer a musculatura e me livrar do problema, comecei a frequentar novamente uma academia.

Infelizmente já era tarde, depois de algum tempo as dores começaram a aumentar (inclusive para caminhar) e me obriguei a consultar um médico.

Lembro que fui consultar achando que o médico iria me indicar umas sessões de fisioterapia e me mandar ficar quieto por um tempo.

Que belo engano, o diagnóstico foi bem pior do que eu esperava.

  • Lesão no menisco do joelho direito, tratamento indicado: Cirurgia e alguns longos meses de molho. 🙁

Se arrependimento matasse. . .

As consequências de uma estrutura muscular fraca

Como não queria aceitar o diagnóstico, procurei outro profissional que confirmou a necessidade da cirurgia ;(.

Só que o problema já estava pior do que o início, pois eu já sentia dores também no joelho esquerdo, que acabou se confirmando como lesão no menisco também.

  • Resumindo: iria ter que operar os dois joelhos. ;(

Apesar de o médico não dizer que a causa da lesão foi a musculatura fragilizada, o fortalecimento da estrutura de músculos do joelho poderiam ter impedido a lesão.

Hoje acredito que isto seja verdade, quando comecei a sentir as primeiras dores eu estava correndo com um tênis que limitava meus movimentos e prejudicava minha forma de correr.

Penso que este calçado instável aliado com a musculatura um tanto fraca e uma técnica de corrida errada (veja o artigo abaixo) devem ter sido a causa da lesão.

Como tratamento após a lesão o médico me prescreveu além da fisioterapia também a musculação (para sempre).

Como me foi retirado uma parte do menisco, que é uma espécie de amortecedor, teria que fortalecer a musculatura ao redor do joelho para substituir a função do menisco na absorção do impacto.

Melhor forma de  Aliar o Treinamento de Corrida e a Musculação

Ainda continuo não gostando muito da academia, mas confesso que como outras atividades que necessitamos fazer e não gostamos, estou me acostumando.

Atualmente vou à academia 2x por semana e faço um treino bem básico (comparado aos marombeiros).

Realizo basicamente apenas os exercícios para atender as minhas necessidades, que são:

  • Fortalecimento dos joelhos;
  • Melhorar o desempenho na corrida.

Não faço nenhum exercício que foque em apenas um pequeno músculo do braço, do peito ou de ombro, como os marombas fazem.

Meu objetivo é apenas fortalecer os músculos que vão me ajudar correr mais e melhor (há e cuidar dos meus joelhos).

Também procuro ficar o menor tempo possível na academia, o meu treino dura de 45m à 1h e atualmente executo o seguinte programa de exercícios:

Planinha de musculação para corrida de rua

Planilha de Musculação para Corredores de Rua

*Isometria – Manter o peso suspenso em três posições por vinte segundos.

Em um dos dias da musculação geralmente não corro, e no outro faço apenas um treino leve pela manhã e vou à academia de noite.

Outros exercícios que tenho feito mais regularmente são os de fortalecimento do core.

Os Benefícios da musculação para seu desempenho

Mesmo não focando muito nos membros superiores acabei notando alguns benefícios no fortalecimento deles para a corrida.

Durante muito tempo sentia uma dor no ombro esquerdo enquanto corria.

Também tinha muita pouca força nos braços e ombros.

Lembro que levar uma mochila com um caderno dentro já era pesado para mim (bota fraqueza nisto, kkk).

Com a musculação acabei fortalecendo estes músculos e melhorei a minha postura ao sentar, caminhar e claro correr, muitas dores sumiram e hoje me sinto mais forte. Hoje posso afirmar que:

  • Apesar do que muita gente pensa, e eu também pensava, temos sim que trabalhar os principais músculos dos membros superiores para ter uma corrida mais fácil e eficiente.

Já nos membros inferiores os benefícios são bem mais evidentes. Hoje sinto que posso correr muito mais longe, mais rápido e melhor com a musculatura mais preparada para as exigências da corrida de rua.

Já faz pouco mais de dois anos e meio que voltei a correr após a cirurgia e não tive nenhuma lesão mais grave desde então, inclusive já estou correndo num ritmo melhor do que antes da cirurgia.

Montando seu programa de fortalecimento focado na corrida

Não posso te dizer qual é o melhor programa de treinamento de musculação para você, apenas dizer que você deve fazer um reforço muscular.

  • Converse com o instrutor da sua academia e explique os seus objetivos em relação à musculação.

Diga ao seu treinador que você quer um treino de musculação para corredores de rua.

Com isto acredito que o seu treino deverá ser parecido com o meu, pelos artigos que li, e relatos de outros corredores, o treino da musculação para corrida não foge muito disto.

A recomendação que eu dou, é para você se cuidar nos pesos, comece bem leve e vá aumentando aos poucos.

Não entre na onda dos marombas, seu objetivo não é dobrar de tamanho e sim fortalecer a musculatura para se proteger e consequentemente correr mais e melhor.

Observe o porte físico dos corredores de elite:

  • certamente eles fazem musculação, mas nem por isto são “bombados”.
  • O que eles possuem é uma musculatura forte, porém bem rala, o que parece ser o ideal para a prática da corrida.

Muitos especialistas recomendam que para fortalecer a musculatura, você foque na quantidade de repetições e não no peso que você consegue levantar.

Lembre que quando corremos o nosso peso é um fator importante no desempenho, então de nada adianta ter músculos grandes que não servem para nada na corrida.

Eles vão ser apenas um peso extra que você vai ter que carregar.

Imagine correr uma maratona carregando um saco de arroz de 1kg  nos braços, é isto que acontece se você tiver músculos em excesso: carregará peso em excesso.

Conclusão sobre o Fortalecimentos Muscular para Corredores

Faça musculação, fortaleça seus músculos, eles vão te agradecer e te retribuir nas corridas. Com uma estrutura muscular mais forte você também irá diminuir as chances de se lesionar.

Porém, nunca esqueça: para correr melhor, você deve ter músculos fortes e não músculos grandes.

Ps: Caso você mais sobre como o fortalecimento muscular contribui na corrida e quais os cuidados a serem tomados  recomendo o seguinte treinamento sobre este tema.

Disciplina é fazer algo que você odeia, mas mesmo assim o faz como se estivesse adorando.  Mike Tyson

*obs: O autor não se responsabiliza, por qualquer resultado, prejuízo ou lesão em decorrência da prática deste exercício. No texto ele apenas compartilha sua experiência de corredor amador.

O post Treino de Musculação Para Corredores de Rua (Tenha Musculos Fortes e Resistentes) apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/treino-de-musculacao-para-corredores-de-rua/feed/ 34
Treine sua Mente de Corredor: Você Sempre Pode Correr + Rápido + Longe e Melhor https://www.eucorredorderua.com.br/mente-de-corredor/ https://www.eucorredorderua.com.br/mente-de-corredor/#comments Wed, 06 Mar 2019 09:01:33 +0000 http://www.eucorredorderua.com.br/?p=4849 Você já conseguiu correr mais do que esperava? Lembre-se de quando começou a correr… provavelmente você pesou que nunca atingiria uma determinada distância ou achava ser impossível correr em um determinado pace. Acertei alguma? Acho que sim né, falo isto por experiência própria. Correr uma maratona, ou superar a barreira dos 4 min por km em uma prova de 5 a…

Continue lendo

O post Treine sua Mente de Corredor: Você Sempre Pode Correr + Rápido + Longe e Melhor apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

Você já conseguiu correr mais do que esperava?

treinar a mente do corredor

Lembre-se de quando começou a correr…

provavelmente você pesou que nunca atingiria uma determinada distância ou achava ser impossível correr em um determinado pace.

Acertei alguma?

Acho que sim né, falo isto por experiência própria.

Correr uma maratona, ou superar a barreira dos 4 min por km em uma prova de 5 a 10km era algo muito distante para mim.

Entretanto com muito treino, aos poucos fui chegando perto dos sub 4.

Porém nem tudo são flores, chegou um momento em que o pace de 4min se tornou um tormento.

Lembro que corri várias provas de 5, 6 e 8 km para frustrantes de paces de 4:02 a 4:08.

E a cada prova dessas eu me perguntava o que faltava para superar esta barreira?

Nos treinos eu conseguia, porém nas corridas ficava tão indignado com o resultado que não chegava.

Até perguntava aos outros corredores se a prova não tinha uma quilometragem maior que o anunciado.

Indignado com a situação resolvi correr uma de apenas 4km e acabar com este trauma.

4km muito longos

Lembro que larguei bem forte, na marca de 1km estava na frente de corredores  que eu nunca havia vencido.

Pensei: é hoje….

Porém quando cheguei aos 2km meu ritmo havia caído um pouco e  estava sendo ultrapassado por muita gente(aqueles que sempre me venciam).

Não sei, acho que isto afetou a minha mente e mesmo estando num ritmo dentro do limite dos 4km comecei a sentir como se tivesse correndo com 10kg nas pernas.

Passei os 3km a 12:05, pensei é só forçar um pouquinho que dá…

Dá, nada, cada 100 metros pareciam 1 km e completei os 4km em frustrantes 16:23.

Até peguei um pódio, mas a desgraça estava feita. ;(

Fui para casa indignado comigo mesmo e pensando no que eu estava fazendo de errado nos treinos.

Uma nova chance para o recorde pessoal

Dois meses se passaram e voltei a competir, desta vez uma corrida de 10km.

Bom, se numa de 4km eu não consegui o  sub4, imagina em 10km.

Talvez por isto fui para prova menos preocupado com desempenho.

Se conseguisse um tempo de até 41 minutos já sairia satisfeito.

Ao contrário da prova anterior, não larguei tão forte.

Fui aumentando o ritmo aos poucos, lembro que passei a marca dos 5 km para 20:42.

A partir do km 6 comecei a ultrapassar alguns corredores e como ninguém passava por mim isto foi me motivando.

Passei os 8km para 32:16 e isto me empolgou mais ainda.

Minha mente de corredor entrou em estado de flow e quanto mais eu forçava o passo, mais rápido eu queria correr.

O 9km foi para 36:08 e vi que os últimos km já foram abaixo de quatro minutos. 🙂

Dei tudo o que tinha, no ultimo km e fechei os 10 km para incríveis 39:53.

Ou seja, corri o ultimo km para 3:45, meu recorde para 1km até então.

E o melhor de tudo, em uma prova de 10km.:)

Depois de superado este “muro” corri diversas provas para sub 4 minutos de média.

Porém só depois disto fui perceber que o problema não estava nos meus treinos e sim em um bloqueio mental.

Entendendo a mente de corredor

Os motivos do bloqueio só fui entender ao ler sobre treino mental para atletas de alta performance.

Depois disto fui estudando como o grandes atletas controlam a sua mente para conseguir colocar em prática nas competições tudo o que eles treinaram.

Posteriormente conheci um coach esportivo chamado Rodrigo Ramos.

Ele fez um verdadeiro mapeamento das ansiedades, fraquezas e fragilidades que eu estava enfrentando ao tentar superar um desafio.

À medida que avançava no treinamento mental parecia que ele estava descrevendo a minha situação antes de superar o pace sub4.

Além disto, o Rodrigo da ótimas dicas de como treinar a mente para lidar com os fantasmas que afetavam meu desempenho.

Há seu eu soubesse disto antes. Poderia ter feito os sub 4:00 há muito tempo.

treino mental para atletas de alta performance

Agora sei como enfrentar e superar os meus fantasmas e que sempre posso dar um pouco mais.

Basta treinar minha mente de corredor para isto. 🙂

E sei também que você pode mais, seja qual for o seu objetivo.

Para isto caso queira começar a treinar a sua mente, assim como treina o seu corpo para correr mais, sugiro fortemente o curso mental do Rodrigo.

Para entender melhor o que este treinamento por fazer por você clique no link abaixo:

Abraço, boas corridas e bons treinos mentais

O Método Corrida Perfeita Funciona? Vale a Pena? (Vai me Ajudar a Correr Melhor?)

O post Treine sua Mente de Corredor: Você Sempre Pode Correr + Rápido + Longe e Melhor apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/mente-de-corredor/feed/ 2
50 Momentos na Vida de Um Corredor de Rua (Felizes, Tristes e Engraçados) https://www.eucorredorderua.com.br/momentos-vida-corredor/ https://www.eucorredorderua.com.br/momentos-vida-corredor/#respond Wed, 23 Jan 2019 16:24:41 +0000 https://www.eucorredorderua.com.br/?p=5368   Artigo inspirado no livro O Sal da Vida de Françoise Héritier. Momentos que são o tempero(sal) na vida de todo corredor de rua Acordar cedo no domingo para fazer um longão; Sair cedo das festas para correr bem cedinho na manhã seguinte Seguir a planilha a risca; Ficar estressado quando não consegue ir correr; Imaginar que está disputando posição contra atletas…

Continue lendo

O post 50 Momentos na Vida de Um Corredor de Rua (Felizes, Tristes e Engraçados) apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

 

momentos vividos por corredores de ruaArtigo inspirado no livro O Sal da Vida de Françoise Héritier.

Momentos que são o tempero(sal) na vida de todo corredor de rua

  1. Acordar cedo no domingo para fazer um longão;
  2. Sair cedo das festas para correr bem cedinho na manhã seguinte
  3. Seguir a planilha a risca;
  4. Ficar estressado quando não consegue ir correr;
  5. Imaginar que está disputando posição contra atletas profissionais em uma grande prova.
  6. Se indignar com a chuva que cai bem na hora do treino;
  7. Correr sem marcar o tempo;
  8. Correr por lugares diferentes;
  9. Correr ouvindo musica;
  10. Correr cantando;
  11. Agradecer quando um carro parar só para você passar;
  12. Organizar toda a agenda do dia em função do treino;
  13. Estudar planilhas de treino dos atletas de elite e se impressionar com o volume mensal;
  14. Observar e criticar outras pessoas correndo errado;
  15. Pensar que é um super atleta;
  16. Responder pela milésima vez se já participou da São Silvestre;
  17. Se indignar quando alguém diz que a São Silvestre é mais difícil que uma maratona;
  18. Explicar que a São Silvestre não é uma maratona e tem apenas 15km;
  19. Responder a pergunta: quanto que tu corre?
  20. Largar devagar no inicio da prova e depois ir passando um montão de gente;
  21. Se indignar com pessoas lentas na largada;
  22. Completar sua primeira prova de 5km;
  23. Brincar de bater corrida com ciclistas durante o treino;
  24. Saltar sobre as poças de água;  os buracos e obstáculos no trajeto;
  25. Treinar 6 meses para uma maratona;
  26. Dar uma desculpa esfarrapada para si mesmo ao faltar um treinamento;
  27. Fazer novos amigos antes e depois das competições;
  28. Escutar piadinhas de que você está perdendo para uma mulher;
  29. Se indignar com engraçadinhos que te mandam ir trabalhar durante o treino;
  30. Escutar te chamarem de louco;
  31. Bater seu recorde pessoal no 10km;
  32. Superar uma longa, desgastante e desafiante subida (lomba);
  33. Soltar o corpo em uma descida;
  34. Ficar triste ao ver amigos compartilharem fotos de provas que você não pode participar;
  35. Voltar a correr depois de uma lesão;
  36. Completar a primeira maratona;
  37. Sentir as pernas duras depois de um treino intervalado;
  38. Quebrar miseravelmente em uma meia maratona;
  39. Subir ao pódio e receber uma medalha pela primeira vez;
  40. Tropeçar correndo devagarinho;
  41. Pensar nos problemas na vida durante a corrida;
  42. Ficar nervoso esperando na fila do banheiro antes da  largada;
  43. Sentir remorso após comer um doce e estragar a dieta;
  44. Encharcar a camiseta de suor;
  45. Criar bolhas no dedão pé;
  46. Ter eternas rachaduras nas solas dos pés;
  47. Correr com dor;
  48. Sentir as pernas doloridas após correr uma prova para a “morte”;
  49. Se livrar das blusas em excesso nos dias de frio;
  50. Falar, pensar e viver a corrida 24hs por dia!

E aí corredor, tem algum momento na sua vida de corredor para compartilhar?

Comente abaixo! 🙂

Abraço e boas corridas

O post 50 Momentos na Vida de Um Corredor de Rua (Felizes, Tristes e Engraçados) apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/momentos-vida-corredor/feed/ 0
9 Acessórios para Corrida que Todo Corredor de Rua Adoraria Ganhar https://www.eucorredorderua.com.br/acessorios-corrida/ https://www.eucorredorderua.com.br/acessorios-corrida/#comments Wed, 19 Dec 2018 10:45:42 +0000 http://www.eucorredorderua.com.br/?p=1347   Uma coisa que ninguém escapa é de dar presentes as pessoas que gostamos. Seja para a esposa, marido, mãe, pai, filhos, sogra, irmãos ou amigos, sempre temos a quem presentear. Todo mundo em alguma data festiva, aniversário, natal etc. se vê na, muitas vezes, difícil e desafiante missão de presentear alguém. Digo difícil, porque muitas vezes, mesmo conhecendo bem a…

Continue lendo

O post 9 Acessórios para Corrida que Todo Corredor de Rua Adoraria Ganhar apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

 

Acessórios para corrida - 7 Opções de presentes para um corredor de ruaUma coisa que ninguém escapa é de dar presentes as pessoas que gostamos.

Seja para a esposa, marido, mãe, pai, filhos, sogra, irmãos ou amigos, sempre temos a quem presentear.

Todo mundo em alguma data festiva, aniversário, natal etc. se vê na, muitas vezes, difícil e desafiante missão de presentear alguém.

Digo difícil, porque muitas vezes, mesmo conhecendo bem a pessoa, não sabemos o que dar para ela.

Como buscamos sempre escolher o presente ideal e que agrade a pessoa, às vezes esta tarefa acaba por não ser muito fácil.

E se a pessoa em questão for um corredor de rua?

Que presente ele ou ela gostaria de ganhar?

Bom, posso dizer por mim mesmo, que adoraria ganhar um presente relacionado ao esporte que pratico e amo, e acho que todos os outros corredores também.

Quando recebo algum item relacionado ao que eu faço e gosto de fazer mostra que a pessoa que me presenteou me conhece bem e principalmente que sabe me agradar.

E para responder a estas perguntas e ajudar você a escolher o melhor presente, criei uma lista com oito possíveis acessórios para corrida que todo corredor de rua adoraria e ficaria muito feliz em receber, seja no natal, aniversário ou outra data qualquer.

Então vamos a lista:

1ª Um Porta Medalhas de Corrida

Um presente útil e que fará o corredor orgulhoso de suas conquistas muito feliz.

Com um porta medalhas ele poderá mostrar e se gabar para todo mundo que for a sua casa da suas conquistas nas corridas.


porta medalhas com nome para pendurar

Se o corredor a ser presenteado for do tipo competitivo ou orgulhoso das provas que ele completa ou ganha alguma premiação.

Provavelmente ele já exibe os seus símbolos de vitória pela casa, pendurando uma medalha aqui outra ali e enchendo a parede de furos. 🙂

Então, não tenha duvida que um porta medalhas estiloso irá ser muito bem vindo.

Além de ajudar a amentar o ego do corredor, ainda será um belo objeto de decoração para a casa.

2ª Um Boné de Corrida para Proteger o seu Corredor

Seu corredor usa boné?

Bom, se ele usa, não tem erro, é um presente que ele vai gostar.

Boné Nike Drifit Spiros para Corrida de Rua

Boné Nike Drifit Spiros. Mais informações aqui…

Bonés nunca são demais e vão ajudar ele a se proteger dos terríveis raios solares.

Se ele não usa, pode ser porque ele ainda não conheceu os bonés feitos especialmente para corredores.

São bonés tão leves e confortáveis que nem parece que você está usando um.

Boné Adidas Climacool Running

Boné Adidas Climacool Running. Mais Informações aqui...

Com tecnologias como a Dri-Fit, ClimaCool e Mesch, tecidos que ajudam na evaporação do suor.

Aliados a sistemas de especiais ventilação, os bonés evoluíram tanto que não há desculpa para não usar um.

Mas, caso você saiba que ele realmente não goste de boné.

Porque da coceira, aperta a cabeça, estraga o penteado ou outro motivo.

Talvez para ele seja interessante as viseiras ou os bonés carecas, como diz um amigo meu. 🙂

Viseira Adidas Essentials para Corrida

Viseira Adidas Essentials. Mais informações aqui…

As viseiras são bonés sem a parte de cima, apenas com a aba e uma faixa para prende-lo na cabeça.

As viseiras são também uma boa alternativa de presente para  as mulheres corredoras com cabelo comprido, minha esposa adora.

Viseira Nike Featherlight-2.0 para Corrida

Viseira Nike Featherlight-2.0. Mais informações aqui…

3ª Acessórios de corrida para os pés: Super Meias de Correr

Você pode ter pensado. . .

“Há eu não vou dar uma meia, não. É muito sem graça e comum.”

Por um lado você pode estar certo, não tem nada mais frustrante do que ganhar meias de presente.

Só que aqui não estou falando destas meias comuns que todo mundo usa, e sim de meias  que vão fazer o seu atleta correr mais e melhor.

Meia Nike Elite Running Cushion

Meia Nike Elite Running. Mais Detalhes aqui…

São “super meias” especiais para corrida de rua.

Feitas de matérias sintéticos como a Polipropileno, Poliamida e o Elastano.

Materiais estes que ajudam na transpiração, respiração e manutenção da temperatura da pele, proporcionando assim uma maior conforto ao correr.

meia asics para corredores

Meia Asics cano curto. Mais Informações aqui

Com uma forma e costuras especificas para a corrida, estas meias também possuem compostos elásticos que se ajustam ao tamanho dos pés, prevenindo assim a irritação da pele e o surgimento de bolhas.

meia adidas para correr

Meia Adidas Running Mais Detalhes Aqui

4ª Dica:  Cinto de Hidratação para Corrida

Se o seu atleta percorre longas distâncias e se você já ouviu ele dizer que iria deixar umas garrafas de água no seu trajeto de treino.

Então um cinto de hidratação para corrida é uma opção de presente que será muito útil.

Quem corre longas distâncias invariavelmente tem que achar um jeito de se hidratar.

Alguns corredores, como dito acima, deixam algumas garrafinhas de água pelo caminho, outros planejam o seu trajeto e passam por postos de gasolinas, parques ou outros lugares que possuem água.

Porém, isto nem sempre é possível, e ai que entra este útil acessório para corrida.

Cinto de Hidratação Skyhill 4 Garrafas

Cinto de Hidratação Skyhill 4 Garrafas. Mais informações…

Com estes cintos de hidratação o corredor pode levar e tomar a sua água ou isotônico a hora que der cede, sem ter que esperar o próximo ponto de água.

Se o corredor já tiver um cinto de hidratação, uma alternativa é dar um modelo diferente, que tenha mais ou menos suportes para as garrafas, pois para cada distância pode se ter necessidades diferentes de abastecimento.

Cinto de Hidratação Skyhill para Corridas Longas

Cinto de Hidratação Skyhill 2 Garrafas. Mais informações aqui…

Não deixe seu querido corredor de rua “morrer de sede” ajude-o a se hidratar, de a ele um  belo e útil cinto de hidratação.

5ª Braçadeira para celular para correr livre

Este é para corredores que não ficam nem um segundo sem o seu celular.

As braçadeiras para corrida são excelentes opções para carregar de uma forma segura e confortável o celular durante as corridas.

Afinal sair por aí correndo com o celular na mão não é nada prático.

Braçadeira celular mizuno para correr

Braçadeira para celular Mizuno. Mais informações aqui…

Além de incomodar ao correr, o risco de derrubar o aparelho é grande. E aí já viu né, é prejuízo na certa. 🙁

Além de ter o seu smartphone sempre por perto, literalmente colado no braço, um porta celular também possibilita que o corredor utilize o aparelho como um auxiliar na corrida.

Braçadeira de corrida Adidas para iPhone 6 e Samsung Galaxy S5

Braçadeira Adidas iPhone e Galaxy S5. Mais informações aqui

Através do GPS do aparelho ele pode marcar a distância, a velocidade e o tempo de cada treino ou prova.

Através dos aplicativos, que são um verdadeiro treinador de corrida, o corredor vai se orientando no treino conforme o planejado para o dia.

 

Braçadeira Nike para smartphone

Braçadeira Nike para Corrida. Mais outros modelos aqui…

São vários os modelos de braçadeiras para correr e levar o celular junto, tem para todos os tipos de smartphones.

braçadeira para carregar celular na corrida

Porta Celular Skyhill Iphone. Mais Modelos e detalhes aqui

6ª Cinto Porta Número de  Corrida

Provavelmente você já deve ter visto uma corrida de rua, certo?

Você também deve ter reparado que cada corredor usa um número no peito?

Sim, ok.

Talvez o que você não saiba ou não tenha percebido é os problemas que este número pode causar:

  1. Geralmente os números são presos através de alfinetes ou joaninhas (alguns são adesivos), o que acaba por não ser muito confortável, pois os estes objetos, por serem feitos de metal, podem  irritar e machucar a pele;
  2. Com o suor o número molha, fica encharcado e gruda na camiseta, o que acaba por dificultar a transpiração e deixar o corredor desconfortável;
  3. Se o número não for bem colocado, ele pode ser arrancado pelo movimento dos braços do atleta, cair e fazer o corredor ser desclassificado da prova.

Com um cinto para corrida, que prende o número de uma forma mais inteligente, estes problemas serão mais facilmente evitados e o corredor poderá ter um desempenho melhor na sua prova.

Outro benefício deste cinto porta número, é que alguns modelos possuem também um suporte para os saches de carboidratos (alimentos consumidos por corredores durante as provas e corridas mais longas);

 

Exemplo de uso do cinto para corrida Fuel Belt Refletivo IronMan

Cinto Porta Número Compressport. Mais informações aqui

7ª Mini Pochete de Corrida

Outra boa opção  de acessórios para os corredores que precisam carregar objetos durante treinos ou provas são as mini pochetes esportivas para corrida.

Outra boa opção  de acessórios para os corredores que precisam carregar objetos durante treinos ou provas são as mini pochetes esportivas para corrida.

 

 

8ª Cadarço Elástico para Tênis de Corredor

Para quem não é do meio esportivo este pode parecer um item meio estranho de se presentear, mas saiba que os cadarços podem evitar a perda de uma competição.

Imagine o que pode acontecer ao seu corredor se ele ter que parar no meio de uma prova porque os cadarços desamarraram?

Sim, ele poderá perder uma, duas, três ou várias posições… evitar estes que isto aconteça é o principal benefício dos cadarços elásticos especiais de corrida.

Além de serem feitos de matérias especiais que não desatam, com estes modelos de cadarços o corredor poderá também calçar o tênis mais rápido, pois devido a elasticidade do material ele não precisa desamarrar o calçado.

O que é uma característica bem útil para momentos na vida em que o corredor precisar de agilidade ao calçar o tênis, como na transição para a corrida das provas de Triathlon e Iron Man.

9ª Lanterna de Segurança para Corrida Noturna

O oitavo item das opções de equipamentos para corrida como presentes é algo ainda não muito comum por aqui no Brasil, mas que já faz o maior sucesso nos EUA.

São as lanternas refletivas de segurança para correr a noite.

Além de ajudar o corredor a ver os melhor os buracos elas também ajudam o mesmo a ser  melhor notado pelos veículos.

Alguns modelos de camisas, boné e shorts até possuem alguns elementos refletivos a luz.

Porém sua eficácia e visibilidade do corredor não se compara a estes equipamentos.

Se o seu atleta costuma correr no turno da noite,  estas braçadeiras de segurança são uma boa opção ajuda-lo a se proteger de algum motorista descuidado. Confira alguns modelos destes equipamentos.

lanterna para correr de noite

Lanterna De Cabeça Recarregável Lb0401 Guepardo. Veja aqui mais Detalhes do produto

Agora basta escolher o melhor presente

Gostou do artigo?

Tem mais alguma opção de presente para corredores? Então deixe o seu comentário.

Navegue também pelo site, procurei colocar aqui tudo sobre corrida que aprendi durante meus anos de corredor.

Obrigado pela atenção e boas escolhas.

Não espere um dia específico para presentear ou demonstrar amor por alguém, você tem 365 dias para fazer isso. – Leandro R O Carmo +Frases

O Método Corrida Perfeita Funciona? Vale a Pena? (Vai me Ajudar a Correr Melhor?)

O post 9 Acessórios para Corrida que Todo Corredor de Rua Adoraria Ganhar apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/acessorios-corrida/feed/ 7
9 Histórias de Corredor: Fatos Curiosos e Engraçados das Corridas de Rua https://www.eucorredorderua.com.br/historias-de-corredores/ https://www.eucorredorderua.com.br/historias-de-corredores/#comments Tue, 13 Nov 2018 17:36:39 +0000 http://www.eucorredorderua.com.br/?p=4574 Ao ver a noticia da história do corredor queniano Eliud Kipchoge que “perdeu” as palmilhas dos tênis na maratona de Berlin acabei me lembrando de alguns fatos curiosos que eu já presenciei nestes mais de dez anos correndo. Neste momento também fiz uma associação com as histórias dos pescadores e pensei: Histórias como a do Eliud, que inclusive venceu a prova…

Continue lendo

O post 9 Histórias de Corredor: Fatos Curiosos e Engraçados das Corridas de Rua apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

histórias de corredores: o corredor que perdeu as palmilhas

Ao ver a noticia da história do corredor queniano Eliud Kipchoge que “perdeu” as palmilhas dos tênis na maratona de Berlin acabei me lembrando de alguns fatos curiosos que eu já presenciei nestes mais de dez anos correndo.

Neste momento também fiz uma associação com as histórias dos pescadores e pensei:

  • Histórias como a do Eliud, que inclusive venceu a prova mesmo com as palmilhas para fora dos tênis, se contadas para alguém que não é do mundo das corridas podem parecer com uma boa história de pescador.

Aí veio a grande ideia, porque não escrever um post contado as minhas histórias de corredor?

Como não achei nenhuma objeção aqui estou eu escrevendo um artigo com histórias de corredores para pescador nenhum botar defeito.

Veja neste vídeo a curiosa cena das palmilhas

 

Entretanto, antes de entrar nas histórias propriamente ditas deixe-me dizer que o fato que aconteceu com o corredor queniano provavelmente não iria acontecer comigo.

Já que atualmente corro sem as palmilhas nos tênis.

E por que eu faço isto?

Corro sem as palmilhas para diminuir ao máximo o drop do tênis e facilitar a técnica correta de corrida (veja este artigo). E ao menos que eu encontre um tênis extremamente baixo vou continuar correndo assim.

Já venho correndo assim há algum tempo,  desde que comecei a procurar correr mais naturalmente e estava tentando manter uma cadência de passadas de no mínimo 180 passos por minuto.

Lembro que por um bom tempo, mesmo usando um tênis com drop bem baixo, só conseguia manter esta média de passadas quando corria descalço.

Usando o tênis até que conseguia de vez enjoando atingir o objetivo dos 180 passos, porém bastava perder a concentração que se ia tudo embora.

Então, um belo dia, depois de correr um trecho de um treino descalço no momento de recalçar o tênis  tive o insight (ideia, revelação) de remover as palmilhas.

Então comecei a correr e cabum:

  • consegui finalmente manter a média de passadas mesmo sem ficar me concentrando muito para isto.

Lembro que fui embora feliz da vida correndo com as palminhas na mão mesmo. kkkk

Desde então quando vou comprar um tênis novo uma das primeiras coisas que olho é se é a palmilha do calçado é removível.

Olha, até que deu uma historinha, em? Até que em fim as palmilhas serviram para alguma coisa. 🙂

Bom, agora chega de brincadeira e vamos às verdadeiras histórias de corredores.

1) Político “corredor”

histórias de corredores: o político corredorComo história inicial vem uma lá do inicio da minha carreira de corredor.

Lembro que foi logo depois de voltar do quartel, onde querendo ou não se corria todos os dias.

O fato ocorreu em um clube da minha cidade.

Estava bem tranquilo dando umas voltas na pista ao redor do campo e olhando o movimento de uns caras se preparando para um jogo na quadra de futebol de areia quando um deles entrou na pista e começou a correr do meu lado.

Era um antigo conhecido que nem me cumprimentava direito, mas naquele dia parecia um grande e velho amigo.

Estava achando meio estranho o papo (conversa) até que veio a revelação:

  • ele queria muito sem “nenhum interesse” me dizer que iria concorrer a vereador na próxima eleição e que claro contava com o meu apoio. 🙁

Na sequencia o candidato “corredor” me perguntou por quanto tempo eu ainda iria correr?

Respondi que não sabia que iria continuar até cansar.

Então ele deu mais alguns passos, falou mais alguma coisa e saiu da pista.  Ninguém merece. 🙁

Porém como o candidato estava um pouco acima do peso, mesmo não votando nele acho que o ajudei a perder um pesinho. 🙂

2) Entrando em apuros

O segundo causo (história) já é bem mais emocionante do que o anterior. E até hoje não entendi direito tudo o que aconteceu.

cego-corredorHá alguns anos atrás estava eu bem tranquilo fazendo uma rodagem, em uma estrada do interior da minha cidade, quando de longe avisto um senhor de cabelo branco indo na mesma direção que eu.

Quando estava bem próximo ao velhinho eis que surge um cachorro, e não era qualquer cão também de “cabelo” branco.

Não entendo muito de cachorros, mas acho que era um rottweiler ou pitbull.
Bom, aí não preciso dizer mais nada.

Levei um cagaço daqueles, parei na frente do cão por um minuto e retomei a correr pensando que o homem iria controlar bicho.
Entretanto foi justamente ao contrario o desgraçado veio atrás de mim, então me borrando mais ainda gritei para o homem chamar o cachorro e ele me disse para não correr, neste momento ao olhar para o homem veio a pior bomba.

  • O cidadão era cego! Tanto que estava até com uma vara de apoio.

Neste momento gelei mais ainda, um pouco corria, um pouco parava, o cego chamava o cachorro que também não sabia se me atacava ou atendia o dono.

O momento foi tenso. kkkk

Sei que fui indo me afastando aos pouco e finalmente consegui me livrar da dupla mais perigosa que já encontrei correndo.

O que eu não entendi até hoje é o que um velhinho cego e com um cachorro solto estava fazendo numa estrada de chão batido a mais de 4km da cidade. !?

3) Uma cena quente

Casal namorando na pista de corrida

Para relaxar um pouco o próximo fato curioso é sobre uma cena quente que ocorreu, por consciência ou não,  próximo ao do fato anterior.

Digo cena quente porque “peguei” no flagra um casal suando mais do que eu que estava correndo, e olha  que o lugar entrevero era no final de uma lomba das fortes.

Lembro que avistei um Uno vermelho e de cara já achei estranho aquele veículo ali (dizem que Uno não é um carro), porém mais curioso ainda foi quando me aproximei e vi uma cena digna dos melhores motéis. A mulher de bruços por cima no maior pique.

Lembro que o cara, deitado no banco, me olhou assustado e a garota empolgada acho que nem me viu ou não deu importância. Vai sabe…

E eu o que fiz?

Tentei ser o mais discreto possível e continuei o meu treino normalmente (ou quase). kkkk.

4) Servindo de muro

Correr contra o vento

Agora vamos deixar as estradinhas do interior um pouco de lado (sim tem mais histórias que ocorreram nelas) e vamos para um fato ocorrido me uma grande prova.

O fato ocorreu comigo em 2010 na Maratona de Porto Alegre (POA).

Você já deve ter visto em provas de ciclismo, corrida de moto ou carro que os competidores costumam usar o vaco dos corredores da frente para ganhar velocidade e ou descansar no caso do ciclismo, certo?

Pois lhe digo que isto também ocorre, menos frequentemente, em algumas corridas das nossas corridas.

E foi justamente o que ocorreu comigo por volta do km 20 na maratona.

Lembro naquele dia estava ventando bastante e logo após fazer o retorno na Av. Ipiranga  e pegar o vento de frente notei um cidadão correndo logo atrás de mim.

Como eu tenho 1,93 de altura o cidadão pediu se poderia correr um pouco ali como forma de se proteger do vento.

Neste momento me senti como um muro ou uma parede.

Só que não estava me sentindo muito confortável com isto.

Perguntei para o cara para quanto ele esta correndo, como era o mesmo que eu planejava pensei.

Puts, este loco não vai sair dai então aumentei um pouco o ritmo e felizmente logo ele ficou para trás.

Entretanto, por bem ou por mal, este cara acabou me ajudando a não diminuir o ritmo no momento do vento contra.

5) Tombos e Largada de lesma

Cair durante a corridaA próxima história de corredor não é assim algo muito estranho, empolgante ou curiosa, porém resolvi compartilhar aqui como uma forma de desabafo.

Neste ano (2015), após mais de 10 anos participando de provas aconteceu um fato inédito comigo: eu levei um tombo durante a competição.

Apesar de já ter tido algumas quedas nos treinos, por tonguice mesmo, em uma competição foi à primeira vez.

Claro que não gostei de cair, porém o que me deixou profundamente revoltado foi o que ocasionou a minha queda.

Peço que imagine a seguinte cena:

  • É dada a largada de mais uma corrida, você começa correr, vai se desvencilhando e desviando dos corredores mais lentos;
  • A medida que vai evoluindo os espaços vão surgindo e você começa a aumentar o ritmo, quando do nada, cruza na sua frente uma pessoa (não da nem para chamar de corredora) caminhando, sim caminhando;
  • Você tropeça nela, cai e derruba outra corredora que vinha logo depois de você.

Como você s sentiria? Como você reagiria?

Não sei quanto a você, mas eu saí bradando diversos elogios a esta pessoa, que além de atrapalhar a minha prova me deixou com um corte na mão, alguns estolões e uma dor na lateral da coxa.

E o pior é que a “loca” que ocasionou tudo isto nem caiu. 🙁

Felizmente, apesar do tombo, consegui continuar correndo e até que não fiz um tempo dos piores. Porém sempre vai ficar a duvida:

  • Será que se não tivessem me derrubado talvez seria melhor ainda?

De qualquer forma gostaria de pedir a todos os corredores que avaliem seu ritmo e busquem nas largadas uma posição que não vão atrapalhar os mais rápidos.

Se você for correr a prova em um  ritmo de 5, 6 minutos por km qual a diferença de largar uns metros mais atrás?

Sei que em provas com milhares de inscritos, como a São Silvestre ou outras grandes provas isto nem sempre é possível, porém a corrida em questão tinha pouca mais de 500 inscritos.

Me pergunto até hoje o que esta corredora, caminhando, fazia tão na frente na largada?

6) Brigando com os donos da casa

quero-quero na pista de atletismo

Imagem esp.uol.com.br

Depois do tombo e desabafo é hora de briga.

Sim meu amigo já briguei na corrida. E não foi somente uma vez.

Para conseguir treinar em uma pista de atletismo aqui da minha cidade tive que enfrentar os donos da casa algumas vezes.

Não sei de que região do país ou do mundo você é, porém acredito que você conheça um dos pássaros mais brabos dos Brasil.

Refiro-me aos temíveis quero-queros, muito comuns aqui no sul do Brasil.

Os quero-queros gostam de fazer suas casas e ninhos em terrenos abertos e como vegetação rasteira.

O que torna os campos de futebol e por consequência as pistas de atletismo uma ótima opção de moradia para eles.

Porém, o pior de tudo é que eles não gostam de visitas. E a sua forma de demonstrar isto não é na da agradável, muito pelo contrario, quem já levou algumas ferroadas deles sabe como é dolorido.

Felizmente e por sorte eu ainda não senti o tamanho da dor de seus golpes, porém tive que várias vezes me abaixar, jogar água  e até o boné para não ser atingido por um quero-quero em um voo rasante durante o seu ataque. kkk

Como em uma pista você fica dando voltas, já passei por situações onde a cada volta tinha que me cuidar com estes anfitriões.

Pior ainda do que invadir a casa deles é se você se aproximar dos seus ninhos ou filhotes, aí o bicho pega. Lembro que uma vez tive até que desistir do treino porque eles estavam muito brabos.

De qualquer forma o jeito é tentar conviver com eles e não deixar de fazer os treinos.

7) Treino intervalado com musculação

história do carro atolado

E aí amigo, o que acha de fazer musculação no mesmo dia de um treino intervalado?

Muito puxado! Também concordo, porém um dia durante um intervalado de tiros de 1.000 metros tive que fazer está combinação para ajudar duas gurias (meninas, garotas).

Certa vez em uma das estradas do interior em que eu costumo treinar, eu disse que tinham mais histórias nas estradinhas, quando estava no meio do primeiro dos 6 tiros de 1km eis que avisto ao longe, em uma estrada paralela a em que eu estava, um celtinha cor de burro quando foge (sei La se era meio azul ou meio esverdeado) parado porém roncando e acelerando o motor.

Na hora pensei, estão atolados porém, não diminui o ritmo e fui embora.

Como eu iria fazer os tiros sempre no mesmo trajeto, logo passei pelo carro novamente e aí ouvi o que temia.

Uma gordinha deus uns berros tentando chamar a minha atenção, como não queria interromper o tiro fiz que não ouvi.

O problema é que teria passar por ali novamente mais quatro vezes. E na volta do próximo tiro não tive como não me fazer ouvir, pois quando a gordinha berrou novamente estava de frente para ela.

 Eí, precisamos de ajuda. O carro atolou, disse ela.

Então sem diminuir o ritmo, respondi que tinha uma casa ali perto e elas podiam pedir ajuda lá.

Como você pode ver eu realmente não queria interromper o treino para ir empurrar um carro.

Porém aquilo estava me incomodando e no quinto tiro acabei indo ver se poderia ajudar.

Quando chego lá, e vejo a situação fiquei ainda mais indignado. Geralmente os carros atolam pelas rodas, certo?

Não desta vez, pois o carro atolou pelo assoalho.

O celtinha era rebaixado e ficou preso em um morro de terra, provavelmente aconteceu quando estavam tentando fazer o retorno e saíram um pouco pista.

Resultado que as rodas da frente quase não encostavam no chão, neste momento entendi porque a gordinha pulava sentada no capo enquanto a outra acelerava  adoidado.

Olhei aquela cena e pensei: puts, vai ter que rebocar ou arrumar alguma coisa para erguer o carro.

As, gurias já estavam desesperadas, a que estava na direção acelerava sem parar e a gordinha pulava desesperada no capo do carro.

Neste momento, tentei meio sem esperanças empurrar um pouco,   a piloto girou a direção para um lado e juntamente com os pulos da gordinha o carro saiu do lugar.

Então elas me agradeceram e depois desta rápida sessão de musculação fui embora  terminar o meu treino pensando:

O que duas gurias, vestidas como se tivessem saído de uma festa faziam naquela estrada do interior as 07 horas da matina?

Ps: há algum tempo depois elas cruzaram por mim numa velocidade que dava para quase caminhar ao lado do carro que de tão rebaixado ia arrastando as pedras um pouco maiores.

8) Ganhando dinheiro com a corrida

Já pensou em ganhar dinheiro correndo?

Capaz mesmo, estou muito longe dos corredores de elite. Pode você ter pensado.

E quem disse que eu sou corredor de elite? Assim como você não tenho como chegar a este nível.

E como eu ganho dinheiro correndo?

ganhar dinheiro correndo

Ganho através das moedinhas que encontro durante os treinos, você já encontrou dinheiro enquanto corria?

Não, então sugiro que você comece a olhar mais para o chão enquanto corre, pois eu seguidamente encontro moedinhas durante as minhas corridas.

Para você ter uma ideias nos últimos quatro meses achei R$4,35 durante os treinos. Um dia encontro 10 centavos, no outro 25, 50 e até um realzinho de vez enquanto.

Pode não ser muito, mas dizem que achar dinheiro na rua é sinal de sorte, então que continue assim. 🙂

O mais engraçado é que a maioria das moedas encontro em um cruzamento na saída da cidade, as vezes fico pensando será que aqui é um “Cruzamento dos Desejos” e o povo fica jogando aqui suas moedas para pedir coisas?

Vai saber, né?

9) Trabalhos espirituais

historia de corredores achar macumba Pensando aqui é impressionante como as estradas do interior, aparentemente tranquilas, podem nos surpreender e gerar boas histórias.

Outra prova disto são os  frequentes trabalhos espirituais(macumbas) que encontro nos cruzamentos e encruzilhadas dos meus trajetos de treino.

E olha que o povo leva a sério mesmo isto, já encontrei algumas oferendas que devem ter custado um bom dinheiro.

Alguns trabalhos além de velas coloridas, frutas e cachaça, tinham até mesmo champanhe das boas.

Não sei quais são os objetivos destes trabalhos, desde que não sejam prejudiciais a mim não me um porto muito.

Mas como precaução  de sempre procuro não passar muito perto, kkk.

Por hoje era isto amigo, estas são as minhas histórias de corredor.

De qual história você gostou mais?

Fique a vontade para dar a sua opinião e fazer também para contar alguma história de corredor interessante que você tenha presenciado.

Abraço bons treinos e até breve.

O post 9 Histórias de Corredor: Fatos Curiosos e Engraçados das Corridas de Rua apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>
https://www.eucorredorderua.com.br/historias-de-corredores/feed/ 1
8 Dicas para Prevenir e Tratar Canelite na Corrida (proteja suas canelas) https://www.eucorredorderua.com.br/canelite-corrida/ Tue, 30 Oct 2018 11:31:39 +0000 https://www.eucorredorderua.com.br/?p=5421 Canelite é muito comum, principalmente em pessoas que costumam praticar corrida e que exageram muito nos treinos e competições. Na realidade canelite é uma lesão na canela que causa uma dor desconfortável e que impede que a pessoa faça atividades e movimentos mais bruscos ao se locomover e, principalmente, ao se exercitar. Essa lesão pode demorar cerca de 71 dias para…

Continue lendo

O post 8 Dicas para Prevenir e Tratar Canelite na Corrida (proteja suas canelas) apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>

Canelite é muito comum, principalmente em pessoas que costumam praticar corrida e que exageram muito nos treinos e competições.

Na realidade canelite é uma lesão na canela que causa uma dor desconfortável e que impede que a pessoa faça atividades e movimentos mais bruscos ao se locomover e, principalmente, ao se exercitar.

Essa lesão pode demorar cerca de 71 dias para melhorar, ou seja, um pouco mais que
dois meses para obter a sua recuperação completa.

Porém, você pode evitá-la, seguindo procedimentos naturais e que podem ser feitos no dia a dia.

Como prevenir a canelite na corrida

Veja abaixo algumas dicas que irão ajudá-lo a evitar a canelite:

1. Endireite a pisada e aterrisse sem dor

O jeito de você pisar, ao correr, pode ser um dos principais fatores da lesão.

Quando você pisa de forma errada acaba sobrecarregando, desproporcionalmente, a sua canela.

O tênis também pode influenciar muito na maneira que você aterrissa, assim como
qualquer outro calçado.

Escolha um calçado adequando e que possibilite uma boa técnica de corrida. Além de ser do tamanho adequado ao seu pé ele não deve impedir sua corrida correta e natural (veja mais aqui).

Comece a avaliar a maneira que você corre e tente melhorar isso.

Entenda melhor como deve ser sua postura na corrida.

E aí gostou do vídeo? Saiba mais aqui sobre o Método Corrida perfeita.

2. Pernas para cima

Deixe as suas pernas para cima sempre que puder para que você possa ter uma boa circulação sanguínea.

Sem contar que isso relaxa as pernas após alguns minutos de exercícios e faz com que as suas canelas fiquem mais relaxadas.

3. Massagens para ajudar na recuperação pós treino

Recuperação muscular é algo fundamental para que você consiga evitar a canelite, pois ajuda a tirar todo o
peso e esforço que você fez durante o seu treinamento de corrida.

Aposte em massagens com cremes ou óleos que irão fazer você relaxar e aliviar toda a tensão, principalmente massagens nas canelas.

4. Nada de excesso de treino (evite o over training)

O excesso de treino é um dos motivos mais comuns para desencadear o problema.

Entenda que o seu corpo precisa de uma adaptação, especialmente se você é um corredor iniciante.

Se você não der esse tempo para o seu corpo se adaptar a suportar a carga da corrida, irá sobrecarregar algumas regiões, entre elas  a canela.

treino mental para atletas de alta performance na corrida

5. Prefira correr em superfícies macias

Você pode tentar correr em uma trilha de terra ou sobre o gramado, pois o asfalto acaba gerando estresse extra às suas pernas. Também evite correr em calçadas ou terrenos de concreto.

Deixe o asfalto mais para o dia das competições mesmo.

6. Alongue a panturrilha

Alongar os músculos da panturrilha durante o dia, vai ajudar a relaxar e prevenir lesões. Considere trabalhar o sóleo como o gastrocnêmio, durante 25 segundos, por duas vezes.

Já está com canelite? 🙁 Confira estas dicas!

Espero que você não chegue a este ponto, mas caso isto aconteça aqui vão algumas sugestões.

7. Suspenda o treino e alongue-se!

Se você está com canelite a melhor coisa a se fazer é parar com o treino e repousar por alguns dias. Trate a lesão com gelo e procure ajuda de um fisioterapeuta para que o profissional possa entrar com os procedimentos corretos e reduzir a inflamação.

Caso não conte com um convênio médico, você terá que procurar ajuda direto com um clínico para que este te encaminhe ao profissional especializado.

Após a fase de inflamação, procure realizar somente alguns alongamentos que ajudam a aliviar a dor e que não piorem o caso da lesão. Conte com seu treinador para isso.

8. Exercite os dedos

Isso é fundamental para relaxar e não deixar a sua canela parada mesmo com a dor, sem contar que diminui o incômodo causado pela lesão.

Coloque uma toalha no chão e abra e feche os dedos agarrando a toalha apenas com os dedos.

Por: Andreia Silveira, contribui com o site PlanodeSaude.net.

Perguntas frequentes:

O que é canelite?

Canelite é a síndrome de estresse do medial tibial (dor na parte de dentro da canela), que é uma inflamação do principal osso da canela, onde o órgão não consegue se regenerar adequadamente após impactos, podendo se tornar fratura por estresse.

O post 8 Dicas para Prevenir e Tratar Canelite na Corrida (proteja suas canelas) apareceu primeiro em Eu Corredor de Rua.

]]>